domingo, 23 de agosto de 2015

Nota: Sobre a militarização de escolas públicas.

Realmente é decepcionante ver a quantidade de professores que apoiam a militarização das escolas, é o sinal de que nossa educação esta longe de ser libertadora, porque os próprios professores ainda se encontram presos num tempo sombrio e simplista.A educação como base social para o ser humano não pode ser militarizada, fechada num conceito atrasado de disciplina e submissão, a educação é um constante questionamento e desafio dos padrões propostos e não uma academia de soldadinhos batendo continência, se realmente há vontade de reestruturar e melhorar a escola pública é necessário lutar para que isso aconteça, não será a curto prazo e muito menos obra de um messias.

Interessante notar que nem o próprio secretário de educação colocaria o filho dele numa escola militarizada, e muito mais interessante saber que isso nunca será feito numa escola de classe média e da elite, ou seja, a militarização e as armas sempre são para os pobres e favelados do nosso país, utilizado como primeira e única forma de representação do estado, demostrando a total falência da sociedade como busca pelo bem estar coletivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário