domingo, 21 de fevereiro de 2016

O movimento infantil comunista dos Pioneiros

A União Soviética criou uma das organizações políticas mais amplas para a educação politica das crianças. Os Jovens Pioneiros foram fundadas, ao mesmo tempo que o Partido Comunista, para garantir a integração das crianças na sociedade. Debaixo da responsabilidade dos lideres da Juventude Comunista(Komsomol), nas suas estruturas aplicava-se a pedagogia comunista preconizada por Antón Makarenko, sintetizada na frase "A melhor maneira de ensinar é pelo exemplo". O Pioneiro é a melhor representação do ''Homem Novo'' socialista.
Em 19 de maio de 1922 estabelecia-se uma nova organização, desta vez de caráter infantil, os pioneiros.

Na União Soviética, cada criança de 9 a 15 anos, com poucas exceções, pertencia a organização de Pioneiros Lenin. Havia acampamentos em todo o país, onde os jovens Pioneiros passavam os verões  e dias festivos. A maioria dos Pioneiros eram promovidos a Juventude Comunista(Komsomol), a organização irmã para jovens entre 14 e 28 anos.

Depois da Revolução de Outubro, em muitas localidades começaram a agrupar crianças, sobretudo filhos únicos. Nesse contexto, o Partido pede a Juventude Comunista(Komsomol), a criação de uma organização que acolha todas as organizações infantis. Em 19 de maio de 1922, na Segunda conferência Komsomol(Juventudo Comunista), decide criar organizações de Pioneiros. Em outubro desse mesmo ano, a organização de Pioneiros adquire caráter estatal, junto a estrutura de Komsomol.

Nos anos 30, o sistema educativo responsabilizou-se pelos Pioneiros, e cada escola tinha um salão para a maioria das atividades e reuniões dos Pioneiros.Vinte anos depois, criaram-se palácios de Pioneiros e palácios da cultura em cada distrito e cidade, oferecendo instrução em temas como musica, arte, literatura, esportes e atividade militares.
A sangrenta luta de classes durante a coletivização agrária, converteu Pavel Morozov, em mártir e exemplo dos Jovens Pioneiros soviéticos. Depois de denunciar as atividades contrarrevolucionárias de seu pai, foi brutalmente assassinado pelos proprietários de terra(kulaks). A geração de Pioneiros da segunda guerra mundial também escreveu paginas heroicas na resistência antifascista, colaborando nas diversas tarefas das guerrilhas do partido.

Na grande guerra patriótica, num momento limite, a organização dos Pioneiros, realizou atividades que levaram a serem exemplos para toda a União Soviética. 

Ajudavam as familias dos soldados, encarregavam-se de entregar medicamentos, coletar o lixo, arrecadar fundos para frente, visitavam os feridos nos hospitais etc. As obras de Arkadi Gaidar, popular entre as crianças soviéticas, destacava esse patriotismo desinteressado dos ´pioneiros. 

Durante a guerra, aquelas crianças antes jogavam, corriam, e brincavam; demonstrariam um valor inestimável. O pequeno coração de cada criança concentrava uma grande valentia, um patriotismo e uma nobreza que serviria de exemplo em toda União Soviética.
O movimento Pioneiros, teve sua dimensão internacional dentro da estratégia da internacional comunista. Por exemplo da Alemanha, criaram-se os Scouts vermelhos. Na França, desde a fundação do partido comunista(PCF), apareceram os grupos de crianças comunistas. Em junho de 1922, tinham 3 mil participantes, de 8 a 14 anos. A partir de 1925, organizam-se segundo o modelo soviético de Pioneiros. Surgiu assim, os uniformes, a juramentação, a bandeira, assim como a competência com os movimentos Scouts.

A linha de ''classe contra classe'' do PCF faria a organização das crianças, restruturar-se em 1930. Em 1932, havia mil Pioneiros na França e cinco mil nos programas patrocinados pelos comunistas. A partir de 1933, publica-se o jornal comunista para as crianças, chamado ''meu camarada'', que cotinha histórias, contos para crianças etc.

Depois de tomar o poder na Europa Oriental, nas frentes populares, revoluções etc. O partido comunista estabeleceu os Jovens Pioneiros em cada país. Os Pioneiros soviéticos foram modelo para os grupos estabelecidos nos paises da Europa Oriental e em outros países controlado pelos comunistas, desde a Mongólia até Cuba.
Na Holanda existiu o ''Eulenspiegel Clube'', a organização infantil comunista, de 1953 a 1964. No seu aspecto, estilo e atividades(acampamentos, canções, bailes), o clube se parecia muito com os Scouts(alemas), ou as organizações juvenis socialdemocratas. Por outra parte, sua ideologia e estrutura estavam inspiradas nos Pioneiros soviéticos.

O Movimento de Libertação Nacional Vasco, também criou uma organização dirigida as crianças, chamada ''Kimuak (brotes)'', cujo o modelo referencial foram os Pioneiros e que estavam baixo a direção dos jovens militantes de Jarrai. Na Colômbia, a organização de Pioneiros levava o nome de José Antonio Galán, e estava aos cuidados da Juventude Comunista.

Os Pioneiros tinham um uniforme básico. As crianças usavam as calças que quisessem. Nos anos 50 e 60, era comum as calças curtas, mas na década de 70 e 80, a maioria eram cumpridas. Na RDA(República Democrática Alema), as crianças usavam camisetas brancas e bandanas azuis(Jovens Pioneiros), ou vermelhos(Pioneiros Thaelmann). As camisas( de manga larga ou curta), tinham um logotipo da organização dos Pioneiros e alguns adornos pequenos para os lideres do grupo. Nos anos 80, estes uniformes não se usavam nos dias normais de escola. Isto não era diferente nos anos 50 e 60. Para os anos 80, porém, os uniformes dos Pioneiros só eram usados nos dias festivos, como o primeiro de maio entre outros. Nos países mais pobres, como na Asia, o único distintivo era dos Pioneiros na bandana vermelha.
A chegada ao poder na União Soviética de Nikita Khrushchov em 1953, marcou sobre o plano internacional, o ''Tempo de descongelamento'' e a ampliação e nova organização do acampamento dos Pioneiros ''Artek'', o mais importante do bloco socialista, que havia sido fundado em 1925.
Lugar dos feriados dos Pioneiros, Artek foi considerada o centro de formação de ''homens novos''. O acampamento tinha igualmente o fim de passar a imagem correta da União Soviética no estrangeiro, já que acolhiam crianças do mundo
inteiro. Em 1928, Clara Zetkin, uma das personalidades mais conhecidas do partido comunista alemão, declarou '' Se quer ver crianças livres e felizes, as levem para o acampamento de verão Artek''.

Em 1957, organizou-se um concurso de arquitetura para desenvolver o acampamento. Foi ganho por uma jovem equipe do arquiteto Anatoli T. Polianski. Nos anos 60, Artek era considerada como uma verdadeira cidade de Pioneiros, com mais de 250 edifícios em cimento, metal e vidro. A arquitetura inovadora e ambiciosa estava do jeito que a nova administração Nikita Khrushchov desejava: Um novo acampamento para uma nova geração de soviéticos.

As estádias em Artek era um dos momentos mais fortes da vida de um Pioneiro: Recompensavam e motivavam os jovens militantes das organizações comunistas.
Artek era um lugar de vida coletiva, mas também buscava valorizar a essência do individuo e coloca-la a serviço do comunismo. Assim, um ''complexo da ciência, da técnica, da história e do esporte'' foi criado, para promover os melhores talentos do país. Os painéis de anúncios do complexo, encontramos nomes como Serguei Bubka, campeão mundial de salto com vara, Gari Kasparov, campeão mundial de xadrez. O complexo tinha inclusive um estádio de 10 mil lugares, o que mostra a amplitude dos meios consagrados e a busca pelos melhores talentos.
A dissolução da União Soviética produziu o fechamento de praticamente todos os palácios infantis, o final das atividades que ocorriam nas escolas, e o fechamento de outros poucos clubes existentes.







Um comentário: