quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

A independência e o domínio neocolonial.

A independência formal de um país não o torna independente na pratica perante os países colonizadores.
Geralmente o que aconteceu historicamente foi à independência formal, ou seja, no papel. Porém todos os meios de dominação continuaram intactos, por exemplo:
-Dominação sobre o comércio interno e externo

-Dominação sobre a indústria nacional
-Dominação sobre a agricultura
-Dominação sobre o sistema financeiro
No máximo a mudança ocorreu entre os próprios dominadores e suas respectivas partes do bolo, mas o antes colonizado e agora independente permaneceu na mesma posição de subalterno, apesar da formalidade de sua alforria.
Por isso a revolução é fundamental para romper com essas amarras, claro, para o processo ser vitorioso ele deve retirar os poderes da burguesia (os meios de produção) e organizar a população na defesa da pátria e seus interesses soberanos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário