sábado, 21 de janeiro de 2017

A missão dos marxistas nos Estados Unidos

Resultado de imagem para Black panthers and Young Patriots
Foto de uma reunião conjunta entre os Panteras Negras e Young Patriots


Os marxistas norte-americanos tem uma missão importante; unir os explorados contra o único inimigo concreto e verdadeiro culpado pelos males que vivenciam diariamente ; os capitalistas e seu sistema econômico.

Deve arregimentar os brancos pobres, trabalhadores e parte da classe média afetada pela crise numa consciência de classe, mostrar os problemas do capitalismo e o porquê de se encontrarem nessa situação decadente, não só do ponto de vista econômico mas social.

Essa parcela da sociedade norte-americana é, igualmente, parte relevante da base explorada pelos capitalistas. Assim como os latinos, constituem as vigas do desenvolvimento histórico desse país e consequentemente precisam de organização para lutar por seus direitos e, claro, o poder.

Ao mesmo tempo, uma parte dos brancos, ainda que pobres, cultivam um racismo cego (desconhecimento sobre o outro, estranhamento etc) e que precisa ser modificado. Isso faz parte da estrutura e modus operandi dos capitalistas e da direita, eles se favorecem diretamente com essas divisões, racismo etc.

Para que este quadro seja modificado, claro, não será com xingamentos, acusações ou algo que o valha, mas sim com estudos na perspectiva de classe, revelando qual é o verdadeiro inimigo (assim como foi feito nos anos 60, como, por exemplo, os Young Patriots, porém, como revolucionários precisam ultrapassar todas as limitações anteriormente vividas), ou seja, revelando os interesses envolvidos e qual classe ganha com tais posicionamentos racistas.

Precisa, também, agrupar os negros numa perspectiva de classe, a maioria não tem o sistema capitalista como problema e inimigo real, colocam apenas a questão racial (representatividade, protagonismo) como pauta, eis o erro. Pois o capitalismo é excludente na sua essência, portanto, os negros nunca serão completamente iguais e participes dele. É fundamental a mudança do sistema, ou seja, colocando a economia sob controle dos trabalhadores para o seu funcionamento em prol de todos.

Além disso, a criação de uma base conjunta é primordial integra-los, ou seja, brancos e negros ombro a ombro focados e militando pela luta concreta: o poder, e contra o sistema capitalista.

Entendendo dessa forma fundamentalmente que, para fomentar as mudanças econômicas e sociais buscando o bem-estar de ambos os grupos, é necessário mudar toda a estrutura e consequentemente as engrenagens que a mantém. 

Tendo como objetivo final a revolução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário